terça-feira, 18 de agosto de 2009

Verdadeira ou Falsa? O mistério da Coral


Muitas pessoas já ouviram falar da existencia de dois tipos de Cobras Coral,porém são poucos os que sabem diferenciar uma da outra e por esse motivo,acabam muitas vezes matando um cobra inofensiva,uma vez que as "falsas corais"(foto de baixo) não são peçonhentas.
O nome popular "falsa coral",que se refere ao nome científico Oxyrhopus guibei está ligado às semelhanças com a Cobra Coral(foto de cima). Pensa-se que a cobra inofensiva terá adaptado as cores da cobra venenosa como uma atitude de defesa e protecção. Por um lado, a estratégia parece funcionar com potenciais predadores, uma vez que a Cobra Falsa Coral conseguiu sobreviver até aos dias de hoje, mas por outro, uma das principais razões por que é morta pelos humanos, é exatamente porque as pessoas a confundem com a espécie venenosa.

Em Inglês a Cobra Falsa Coral é apelidada de “Milk Snake”, ou seja, Cobra Leite. A origem do nome está ligada a uma velha lenda que dizia que estas cobras sugavam o leite de mães que estavam a amamentar e de vacas até secá-las por completo. Apesar de sabermos que esta situação é impossível, não só porque as mulheres, vacas e outros animais não o permitiriam, mas sobretudo porque a barriga de uma cobra não aguentaria muitas colheres de leite nem a anatomia da boca o permitia, a superstição levou a melhor e o nome acabou por ficar.

Diferenças básicas

As diferenças entre a Cobra Falsa Coral e a Cobra Coral podem não ser muitas à primeira vista, mas fazem a diferença entre a vida e a morte para uma pessoa mordida.É claro que ninguém quer ser mordido para seber se a cobra é verdadeira ou falsa,porém pode-se notar algumas diferenças externas.
A primeira coisa a se notar é o comprimento reduzido,geralmente as "falsas corais" tem um comprimento bem menor em relação as verdadeira.
Caso você nunca tenha visto uma Coral verdadeira,não saberá o tamanho para comparação,por isso outra diferença que pode ser notada é o formato da cabeça,a coral verdadeira faz exessão pela formato triangular,achatado e bem destacado de sua cabeça,enquanto nas não venenosas a cabeça é estreita,alongada e mal destacada.Os olhos da verdadeira são pequenos com pupila em fenda vertical,enquanto as falsas tem olhos maiores com pupilas circulares.Ainda na cabeça podemos notar que as verdadeiras têm escamas semelhantes as do corpo recobrindo sua cabeça,já as falsas têm placas recobrindo a cabeça,sem a presença de escamas.Outras diferenças podem ser notadas na cauda e nos anéis pretos e brancos sobre o seu corpo que estão dispostos diferentemente nas venenosas e não-venenosas.

Verificações importantes


As diferenças acima citadas só poderão ser analizadas em uma cobra morta,pois na hora em que a pessoa se depara com a mesma,a última coisa que ela vai pensar será em analisar diferenças,certamente a pessoa vai pensar ou em fugir ou em matar o bicho.Porém uma das diferenças fundamentais pode ser analizada justamente nesse momento.A cobra coral verdadeira,quando se sente ameaçada se enrrola e se prepara para o ataque,já a falsa,justamente por não ter como se defender,foge.

Tudo poderá ser facilmente verificado, se tivermos um animal morto ou imobilizado que poderá ser examinado com calma e minuciosamente. Na prática, quando ocorrem os acidentes, a situação é bem outra, no entanto há algumas observações que geralmente dá para fazer.

Verifique a coloração do corpo do animal que lhe mordeu. Os característicos anéis coloridos das cobras corais são gritantes. Você poderá dizer ao médico se foi ou não uma cobra coral. A confusão com as serpentes corais falsas é irrelevante, pois não trará nenhum perigo à sua saúde.
A observação dessas diferenças só se faz necessária quando não se tem outra alternativa,porque independente da circunstância o melhor a se fazer é evitar o contato com a cobra,seja ela verdadeira ou falsa.








10 comentários:

  1. hoje , dia 5/01/2010 matei uma cobra coral... por isso estou aki pesquisando... mas agora acho q matei mesmo uma falsa coral!!!! antes ela do que eu!!!!

    ResponderExcluir
  2. eu tambem acabei de matar uma coral mas eu acho que ela era verdadeira,fiquei com bastante medo mas pequei uma vassoura e batir na cabeça dela..meu gatinhos de estimação queriam pegar_lá mas eu a matei antes que ela matasse os mesmos.

    ResponderExcluir
  3. o duvida cruel! estou com uma coral! agora, falsa ou verdadeira! mas ela esta viva ! solto a dois Km ou mato! se minha sogra estivesse aqui colocava a coral pra dormir com a sogra! coitada da coral, poderia acordar morta!
    Ribeirão do Sul / SP

    ResponderExcluir
  4. cabou de aparecer uma cobra coral aqui no quintal da minha casa. estamos super assutados. pelas caracteristicas acredito que seja uma coral verdadeira, porém ela ainda é filhote. estamos preocupados com a presença da ninhada inteira dela junto talvez com a mãe.

    ResponderExcluir
  5. Quanta besteira, ta tdo mundo preocupado atoa, rsrs, algumas (poucoas) informações acima são válidas, a maior parte não se aplica ás corais, a respeito do formato da cabeça por exemplo, está totalmente errado, essa informação se aplica a algumas especies mas não á coral. Eu tenho uma coral falsa, Oxyrhopus guibei, extremamente dócil e essa é a especie mais comum q costuma aparecer até mesmo no centro das cidades, são dóceis e não tentam dar bote, a coral verdadeira tambem não tenta dar botes, elas são doceis no geral e só tentam dar bote se forem manuseadas ou pisoteadas (no caso das verdadeiras), ja no caso das falsas nem quando manuseadas não dão botes (desde q se tenha alguma delicadesa ao manusea-las). Enfim, é rarissimo aparecer uma coral verdadeira na casa de alguem, uma vez q existem muito mais falsas e elas costumam sair com maior frequencia dos devidos esconderijos, sendo comum encontra-las até mesmo no centro de cidades... Em casos de duvidas é interessante que se mantenha o animal vivo em algum pote de vidro para que possa ser fotografado detalhadamente (cabeça, corpo como um todo, e principalmente a barriga ou parte de baixo), as fotos devem ser enviadas ao e-mail do butantan (ouvidoria@butantan.gov.br) solicitando identificaçao da especie, eles costumam responder dentro de 24hrs, caso seja corla falsa deve ser imediatamente solta pq ela mantem o equilibrio natural, controlando a populaçao de roedores e outros repteis menores, caso seja venenosa pode ser solta em local afastado onde não ofereça riscos ou enviadas para o butantan... Gostaria de agradecer ao amigo do blog q postou as informaçoes porque o q vale mesmo é a intençao e ele (a) certamente teve a intençao de ajudar... Segue então o e-mail do butantan: ouvidoria@butantan.gov.br

    ResponderExcluir
  6. Minha mulher quase morreu de susto quando viu uma dentro de casa de madrugada. A cobra tá na sala ai entrei aqui para saber se precisarei sacrificá-la. Pelo visto é uma falsa, já que a cor vermelha não toca no amarelo (branco). Só tenho dúvida se posso pegá-la de mão. Forte abraço.

    ResponderExcluir
  7. uma picou meu marido entrei pra ver a diferença mas acho que era uma falça graças a deus!

    ResponderExcluir
  8. muito bom o site! mais uma falsa coral salva! irei solta-la na mata!

    ResponderExcluir
  9. Peguei uma verdadeira no meu sitio, após ver meus gatos brincando com a mesma, tirei varias fotos das presas, barriga, cabeça e rabo e vou envialas ao Butantan para maiores dúvidas.

    ResponderExcluir
  10. Tem muitas informações erradas aqui principalmente em relação a cabeça que não é triangular e aos olhos a pupila não é vertical....

    ResponderExcluir